É sempre a somar meu caro Durão

26 Out

Após a atribuição do prémio Nobel da Paz de 2012 à União Europeia, Durão Barroso prepara-se para acrescentar (desta vez a solo) mais dois títulos à sua já longa lista de medalhas, insígnias, Honoris Causa, prémios e outros que tais.

Hoje, este grande defensor da paz mundial, vai colocar ao peito nada mais, nada menos do que a medalha de Primeiro-Grau da Ordem Amílcar Cabral, o mais alto reconhecimento da Nação Crioula. Mais tarde, irá também receber a Chave da Cidade do Mindelo, uma distinção atribuída pelo respectivo Município.

Sobre estas distinções duas questões me vêem à cabeça:

Como se sentiria Amílcar Cabral ao saber que o seu nome iria ser associado a personalidades deste gabarito?

Tendo em conta o exemplo da Grécia que em Abril de 2009 atribuiu a Medalha de Cidadão Honorário e a Medalha de Ouro do Parlamento Helénico a esta personalidade e depois foi o que se viu. Será inteligente da parte de Cabo Verde atribuir títulos semelhantes a Durão Barroso?

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: