Um diz mata, outro diz esfola

21 Mar

O passatempo nacional não é o tiro ao Álvaro, como parece ser giro agora dizer, nem o tiro ao Cavaco, nem muito menos o tiro ao Vítor Pereira, esta modalidade circunscrita regionalmente ao FC Porto. O que está a dar, pelo menos desde Junho do ano passado, é o tiro ao Sócrates, o ‘demónio maldoso’, o ‘bicho papão’ que nos destruiu o país e a todos nós. E, ainda por cima, sozinho! Um cidadão foi responsável pela destruição de um país de mais de 10 milhões de habitantes. E agora ‘fugiu’, foi-se embora e deixou-nos assim. Grande maroto!

Veja-se esta semana apenas: ele é a abertura de um inquérito-crime por parte da Procuradoria-Geral da República aos cartões de crédito do governo socrático; ele é a acusação de ter pedido 2,5 milhões de euros em ‘luvas’ para aprovar o Freeport; ele é a queixa-crime no Ministério Público que poderá reabrir o processo sobre a licenciatura do nosso antigo primeiro-ministro. Claro, isto tudo apenas para mostrar que a culpa é dele, só dele, e que a sua destruição vai salvar o país. O défice vai desaparecer, o desemprego vai rondar os zero por cento, as exportações vão subir ainda mais e as importações vão tornar-se desnecessárias, vai chover quando e onde é preciso, o Verão será sempre de sol e calor, Portugal vai ganhar o Euro 2012 e o Cristiano Ronaldo vai voltar a ser o melhor do mundo, trocando as voltas a um rapazinho chamado Messi. Mas isto só vai acontecer se dermos cabo de vez do Sócrates! Estamos todos avisados.

Penso que ainda estamos a quente para avaliar o impacto da governação Sócrates. Houve coisas boas, houve coisas más, houve coisas que podiam ter sido muito melhores, houve coisas completamente descabidas e desnecessárias. Agora esta sanha, este ódio que muitos portugueses parecem viver em relação ao antigo primeiro-ministro parecem-me excessivos. Parece que tudo é sua culpa (tudo de mau leia-se), estando Portugal impregnado de uma visão maniqueísta em que Sócrates representa o mal absoluto e tudo o que fez é diabolizado. Vamos ver se é para continuar, mas pela amostra de quase um ano fora do país parece que a tendência não é brilhante.

Por isso cidadão José Sócrates, se tens alguma intenção de voltar a Portugal, para o teu bem não voltes. Não queiras estar junto de quem te acha um monstro, quem sabe semelhante a Hitler e Mussolini, personagens esses sim diabólicos que pelos vistos não geram tantos ódios primários. Esquece as presidenciais, esquece uma casinha com vista para a Serra da Estrela. Deixa-te estar em Paris ou então ruma algures para o Pacífico. Porque aqui não te safas, mesmo que proves por A + B que até fizeste alguma coisa acertada. Quem te julga será a História. Mas o julgamento pela maioria dos portugueses já foi feito: culpado, sem direito a advogado.

Anúncios

Uma resposta to “Um diz mata, outro diz esfola”

  1. Ciso 26 de Março de 2012 às 9:32 PM #

    muito bom Pedro, a culpa e sempre de quem nao esta la!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: