Uma Saúde sem enfermeiros

13 Out

Cortes na despesa é que mais se tem ouvido nos últimos meses. Na saúde, a fama do bom trabalho do ex director-geral dos impostos, agora Ministro da saúde, deixa adivinhar vida difícil para os milhares de idosos e pobres que por infelicidade divina, tanta vez recorrem ao SNS. É um facto, Paulo Macedo é um excelente tecnocrata dos números, se é um bom político, e mais, um bom ministro da saúde o tempo o dirá. A comichão inicial pela escolha recair numa pessoa, que da área da saúde apenas tem no curriculum ter sido administrador da Medis, parece ter passado. Mas compreenda-se o cepticismo causado, afinal também não imaginamos um médico à frente da pasta das finanças ou da justiça. Isto tudo para dizer que o povo precisa de sentir que o passado e a formação das pessoas, legitima a escolha de cargos políticos.

Mas nem só de ministro se faz a política de saúde e uma vez que falámos de legitimidade, olhemos para a comissão parlamentar de saúde. Dos 23 deputados efectivos encontramos, cinco médicos, cinco juristas, dois professores, dois advogados, um estudante de direito, um engenheiro, uma gerente bancária, uma administradora, um psicólogo, um dentista, um sociólogo, uma consultora jurídica, e uma química tecnológica. Com tanta representatividade, eu pergunto onde é que estão os enfermeiros nesta comissão? Actualmente existem cerca de 60 mil enfermeiros, dos quais 40 mil no SNS. Será possível que a classe profissional mais numerosa no SNS não tenha representatividade na comissão de saúde? Pelos vistos sim. Aliás o único enfermeiro na actual legislatura é o deputado João Ramos, que nem sequer é suplente desta comissão.

É uma triste realidade, um mau serviço prestado à saúde e um péssimo prenuncio para a classe, mas quando procuramos os responsáveis por isto, não podemos pôr as culpas em cima das costas largas da oligarquia partidária. Antes disso, caros colegas recém-licenciados e futuros licenciados, é preciso parar o culto da indiferença e da não cidadania, e como disse Saramago, “fazer de cada cidadão um político”.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: