O primeiro dia de escola

23 Jun

Estive no passado dia 20 na Assembleia da República. Na ordem do dia persistia a dúvida se Fernando Nobre seria ou não o primeiro independente a assumir o 2º lugar da hierarquia do estado. Duas votações falhadas e a certeza de que Nobre não viria a assumir o cargo para o qual era proposto, deixou por cumprir a minha vontade e curiosidade de ver que mudanças conseguiria imprimir na vida política e parlamentar portuguesa.

Mas à parte da questão de Nobre e contrastando com a sua aparente serenidade, havia um parlamento empolgado. Era impressionante o entusiasmo, a vaidade e orgulho de alguns dos deputados. Alguns novos nestas lides, outros nem tanto, tal e qual como na escola sempre que iniciava um novo ano lectivo. Quem não se lembra do seu primeiro dia de escola? Ou o dia que regressávamos de férias e era enorme a exaltação por ver de novo amigos e colegas? Qualquer semelhança entre os deputados na Assembleia e um puto de uma qualquer escola primária, não parecia nada exagerada naquele momento. Nem mesmo a reprimenda do professor faltou, quando a turma exagera no burburinho: mal tinham iniciado os trabalhos agendados para a parte da tarde, a algazarra era tal que o Presidente da Assembleia interino, Guilherme Silva, foi obrigado a pedir que os deputados se comportassem à altura do cargo e da instituição. Mas as semelhanças não se ficaram por aqui! Assim que terminaram as duas votações para tentativa de eleição de um novo Presidente da AR, ainda Guilherme Silva não tinha declarado a esperada suspensão dos trabalhos para a contagem dos votos, já haviam deputados em pé e alguns deles a passar apressadamente porta de acesso ao hemiciclo com a pressa de ir para o recreio, a fazer lembrar bons e velhos tempos, quando o professor pedia à turma para arrumar o material e já estavam todos levantados e com uma mão na maçaneta da porta prontos para correr para o intervalo assim que a campainha tocasse.

Quem nesse dia aterrasse em Portugal, desconhecesse a triste realidade dos tempos e assistisse à exaltação de alguns dos parlamentares no primeiro dia de trabalhos, jamais diria que esses parlamentares vivem no mesmo país onde 2 milhões de concidadãos vivem abaixo do limiar da pobreza; onde pelo menos 700 mil estão no desemprego; onde o estado é o maior empregador de falsos recibos verdes; onde o fosso entre os mais ricos e os mais pobres é o maior entre os países europeus; onde governo após governo, ano após ano, crise após crise, têm especializado os portugueses nos conceitos de austeridade, aperto e cinto; onde se preparam para serem postas em vigor 213 medidas de consequências infaustas na vida das pessoas; onde três agências de ratting de credibilidade/legitimidade questionável conseguem abanar um país inteiro e deixar de calças na mão, políticos, banqueiros e empresários; onde a confiança no sistema político está de tal forma minada, levando a que 4.035.539 eleitores, não se dignem sequer a ir às urnas para eleger quem os represente.

Talvez seja a beleza e imponência do palácio de São Bento, ou quem sabe exista uma redoma que cubra o hemiciclo e ofusque a visão desses alguns deputados, para a realidade passada cá fora e para os problemas que todos os dias as pessoas e o país têm de enfrentar. Oxalá a exemplaridade, sentido de dever e missão que alguns dos deputados certamente terão, prevaleçam e seja a tónica nesta nova legislatura. Quanto aos restantes…afinal era o primeiro dia.

Advertisements

Uma resposta to “O primeiro dia de escola”

  1. Diogo Silva 29 de Junho de 2011 às 10:22 AM #

    Haverá sempre um primeiro dia… resta saber é quando é que chegam os estadistas e deixamos de ter (algumas) crianças. Estamos cá para mudar isto companheiro!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: